Presidenta Dilma, em vez de discutir a Previdência agora, por que não fazer uma Auditoria da Dívida Pública?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Blog do Melo

Parece que ainda não caiu a ficha da presidenta Dilma e ela continua a acenar para o mercado, mesmo após a demissão de Levy da Fazenda.

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (7) que o Brasil vai ter que “encarar” a reforma da Previdência Social. Segundo ela, a população brasileira está envelhecendo, e a expectativa de vida do brasileiro aumentou nos últimos anos em torno de 4,6 anos.

“Vamos ter que encarar a reforma da Previdência. Não é possível que a idade média de aposentadoria no Brasil seja 55 anos. Para a mulher, um pouco menos. Não é possível por uma questão quantitativa. Vai ter menos gente trabalhando no futuro para sustentar mais gente sem trabalhar: os mais velhos que vão ter uma longevidade maior e os mais novos, que estão nascendo”, afirmou Dilma, em café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto. [Fonte: Agência Brasil]

O que urge “encarar”, presidenta, é a dívida publica, que representa a grande maioria dos gastos do governo, como demonstra gráfico acima.

Nosso vizinho Equador fez uma auditoria em sua dívida e ficou comprovado que grande parte dela era ilegal. No fim, o Equador anulou 70% de sua dívida externa. Por que não fazer o mesmo aqui e ver o que temos e o que não temos que pagar?

Confira no vídeo abaixo o depoimento da brasileira Maria Lucia Fattorelli, que participou da auditoria no Equador.

Fonte: http://blogdomello.blogspot.com.br/

Share.

About Author

Estudou Geografia na UCSAL, Agente Político, militante do PCdoB, sindicalista e ex-secretário Municipal de Esporte e Lazer de Camaçari - Bahia. Conselheiro da Cidade do Saber e Assessor do Executivo Municipal. Filho de Camaçari, apaixonado pela minha cidade! "De bem com a VIDA"

Deixe uma resposta

loading